OBJETIVOS DO BLOGUE

Olá, bem-vindo ao blog "Chaves para a Sabedoria". A página objetiva compartilhar mensagens que venham a auxiliar o ser humano na sua caminhada espiritual. Os escritos contém informações que visam fornecer elementos para expandir o conhecimento individual, mostrando a visão de mestres e sábios, cada um com a sua verdade e experiência. Salientando que a busca pela verdade é feita mediante experiências próprias, servindo as publicações para reflexões e como norte e inspiração na busca da Bem-aventurança. O blog será atualizado diariamente com postagens de textos extraídos de obras sobre o tema proposto. Não defendemos nenhuma religião em especial, mas, sim, a religiosidade e a evolução do homem pela espiritualidade. A página é de todos, naveguem a vontade. Paz, luz, amor e sabedoria.

Osmar Lima de Amorim


quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

A RESPONSABILIDADE DA MENTE NAS ENFERMIDADES CRÔNICAS

"Ao procurar curar-se, a pessoa costuma se concentrar mais no poder escravizador da moléstia, assim, que a doença se torne tanto um hábito mental quanto físico. Isso é especialmente verdadeiro na maior parte dos casos de nervosismo. Cada pensamento de depressão ou felicidade, de irritabilidade ou tranquilidade, abre sulcos sutis nas células cerebrais e fortalece as tendências para a enfermidade ou para o bem-estar.

A ideia-hábito subconsciente de doença, ou de saúde, exerce uma forte influência. As doenças rebeldes, quer mentais, quer físicas, sempre têm uma raiz profunda na subconsciência. A enfermidade pode ser curada extirpando-se suas raízes ocultas. Eis porque todas as afirmações da mente consciente devem causar impressão suficiente para permearem a subconsciência, a qual, por sua vez, influenciará, de maneira automática, a mente consciente. Portanto, as afirmações conscientes, vigorosas, repercutem na mente e no corpo por intermédio da subconsciência. Afirmações ainda mais fortes alcançam não apenas a mente subconsciente, mas também a mente superconsciente – o depósito mágico de poderes miraculosos.

Declarações da Verdade devem ser praticadas de boa vontade e espontaneamente, com inteligência e devoção. Não devemos permitir que a atenção divague. A atenção dispersiva, como criança travessa, deve ser trazida de volta várias vezes e educada, repetida e pacientemente, para cumprir a tarefa que lhe foi designada."

(Paramahansa Yogananda - Afirmações Científicas de Cura - Self-Realization Fellowship - p.25/26)


Nenhum comentário:

Postar um comentário